Os pirralhos

baby babies baby growth

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

o que pensam vocês do homeschooling?

ou Ensino Doméstico, em Portugal.

Na teoria, os filhos são educados em casa, pelos pais ou por tutores e apenas se apresentam para "exame final" para comprovar o dito ensino, nos anos definidos para tal.

Era uma coisa que pensariam em pôr em prática?

5 comentários:

Carina M disse...

Eu ainda qe tivesse formação para tal acho que não, na minha opinião acho que a interacção com os amigos, outros professores, auxiliares o próprio meio físico, depois todas as saídas, visitas de estudo, pequenas festas, sei lá, é diferente, assim não deixaria de ser 8 dias por semana em casa.
Mas com em tudo há vantagens.
Bjs

Luciana disse...

Sabes que quanto mais vejo miúdos que desde muito cedo se iniciaram no mundo escolar, mais vontade tenho de adiar ao máximo a ida da minha mais velha para a pré!!!
Gostava de ter disponibilidade e formação para puder educar as miúdas nesse contexto, mas assumo que há partilhas que lhes fazem falta, vivências que as fazem crescer e tornarem-se melhores cidadãos (ou não)...
Mas este tema é muito controverso, de uma coisa estou ciente, muito graças ao trabalho da minha mãe, que é que tem tomado conta da miúda mais velha e quem vai cuidar da mia nova, não noto diferença nenhuma em termos de desenvolvimento dela em relação ás crianças que estão no infantário...
Beijo
Lucianalu

Maria Pereira disse...

Confesso que é algo que não me seduz. 1º porque não tenho formação para tal e sem duvida que um tutor para dar aulas a 2 miudos devia custar horrores. Além disso acho que o convivio com outras pessoas é fundamental, para que cresçam a saber viver em sociedade

Bjs

Carla disse...

Não acho uma boa ideia...para nós neste país. Acho que faz bem a interacção com outros miúdos, professores, auxiliares, regras e espaços diferentes.
~Sou apologista sim desse método nos países mt grandes onde há povoações quase isoladas onde as escolas são mt longe e os miudos passam horas em trajectos para ir e para vir.

Ana Rita disse...

Olá ,
vim pela 1ª vez ao teu blog hoje e gostei muito ...Quanto a este assunto ainda n tenho opinião formada , mas acho que cada um deve adequar a sua vida ao que mais lhe porporcionar conforto, pelo que não sou contra.
Aconselho te a ver este blog que se interessa muito por essa questão e não só, mas que me parece que te vais identificar com ele : http://ahortaencantada.blogspot.com/


Bjoka
Rita

http://bembons.blogspot.com