Os pirralhos

baby babies baby growth

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Plano de Parto

De hoje a 8 dias vou ter a primeira consulta no Hospital onde, provavelmente, vou ter o Duarte!

Como tal, já preparei o plano do parto, para discutir com a minha médica.

PLANO DO PARTO

1. Evitar a indução do parto. Desta vez, e caso tenha de recorrer novamente à indução, pretendo esperar mesmo até às 42 semanas, desde que não haja risco para mim e para o Duarte.

2. Caso seja parto normal, sem indução. Pretendo ir para a maternidade quando tiver contracções de 5 em 5 minutos. Mas tenho de discutir muito bem este aspecto com a médica, uma vez que se diz que os segundos partos se desenvolvem mais rapidamente.

3. Evitar a episiotomia. Não é que tenha tido uma má recuperação da episiotomia no parto da Daniela. Muito pelo contrário. No parto dela, pelo uso de ventosa, era inerente fazer a episiotomia. Mas, de qualquer das formas, pretendo evitá-la.

4. Só quero que cortem o cordão umbilical quando ele acabar de pulsar. Esse sangue que é trocado pós-nascimento é muito importante, pelos nutrientes e pela protecção imunológica adicional. Nas maternidades, costuma-se cortar logo. Pretendo, caso seja possível, que esperem o tempo necessário.

5. Não quero que o Duarte, mal nasça, seja levado para limpar. Quero que o enrolem numa mantinha, e o coloquem ao meu lado.

6. Pretendo que o coloquem na mama na primeira meia-hora de vida dele.

7. Pretendo que ele fique sempre comigo. Não acho que seja necessário levá-lo para aquecer. Basta que o enrolem numa manta e o coloquem junto do meu corpo. Todos os animais conseguem transmitir o calor necessário à sobrevivência das crias, porque havemos nós de ser diferentes?...


---------------------------

PLANO EXTRA-PARTO

8. Não pretendo ter visitas na maternidade. Apenas o meu marido. Da Daniela foi assim, e espero que seja assim também com o Duarte. E pretendo que essa minha decisão seja mais que respeitada!!! É o primeiro contacto do Duarte com o mundo e os pais, e vice-versa, pelo que acho que temos de ter tranquilidade. Claro que isto chateia muitas pessoas, e os meus pais incluíndo, mas é assim que eu quero! Gostava que a Daniela fosse lá, mas, como tem menos de 2 anos... pode não ser permitido... Logo vemos.

9. A Daniela vai receber um presente do mano. E vai ter um presente para dar ao mano, também. Acho isso importante.

10. Já avisei as visitas que, se pretendem dar algum presente ao Duarte, também têm de dar à Daniela. Mas, de preferência, mais vale não darem nada. Não quero que a Daniela sinta que toda a atenção é agora do mano. Quero que os primeiros dias sejam o mais normais possíveis, e que o mano se integre nessa rotina. É óbvio que sei que as visitas vão lá mais para ver o mano, mas a Daniela não pode ser posta de lado de maneira nenhuma. Ou é assim como digo, ou mais vale não aparecerem! Sinto muito se isso vai ofender certas pessoas... (que sei que vai!)


Penso que é tudo.... caso me lembre de mais alguma coisa, acrescentarei.

10 comentários:

Catia, a mãe do Puts... disse...

Plano de parto...
Ora ai está coisa que ouvi, e li nos livros, mas que nunca pensei em pôr em practica.
Todas essas coisas que mencionaste aconteceram naturalmente..
:)
Devo ter tido sorte..

Beijocas

Ana Luísa disse...

Mas que organização!!!
Eu nunca fui assim, aliás, no primeiro nem pensei num plano e achei, sinceramente, que as aulas de PPP não serviram para quase nada, lol!
Hoje penso que o melhor é deixar seguir tudo o seu rumo natural, há coisas que não se controlam, outras acontecem sem esperar...
O meu parto foi induzido e eu não queria... Mas se se tratava do risco duma pré-eclâmpsia e do bebé sofrer, nem pensei duas vezes!!! E foi natural...
Beijinhos!

Sandra e Afonso disse...

Olá!
Só é bom levares de antemão esse plano.
Comigo o que descreves aconteceu naturalmente.
Quanto às visitas, concordo a 100% contigo.
Quando eu estava na maternidade, chamaram-me a atenção para as visitas que tive... (ao que respondi que se achavam que eram muitas que as proibissem porque eu só queria que me deixassem sossegada).
Quanto aos presentes dos manos, acho a ideia linda.
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

Mamã Catarina disse...

Já tenho falado com o meu marido várias vezes acerca da episiotomia! Eu sofri muito para me darem os pontos, porque apesar de me terem dado uma anestesia local, não fez efeito nenhum e senti cada picada, horrível! Eu já cheguei à conclusão que hoje se corta só por cortar, já é um hábito, porque no meu caso não era necessário, uma vez que foi tudo rapidíssimo :(

Já disse ao marido, que se numa próxima gravidez eu não estiver lúcida para deixar bem claro que não quero que me cortem (a menos que seja mesmo necessário), ele que intervenha :)

Beijinhos!!

Mãe disse...

Muito organizada! Parabéns! Concordo especialmente com o ponto 10. em que referes a Daniela! Vai ser muito dificil para ela e as pessoas, mesmo sem querer, acabam sendo "cruéis" porque quase só olham para o bebé e quando olham para a mais crescida é só para perguntar "gostas do mano?", "é bonito o mano, não é?"... é um desepero! Eu tive alturas na rua que só me apetecia gritar! Parecia que a minha filha era invisivel, que só olhavam para o bebé que estava no "ovinho"...

ana_paula disse...

eheheh gostei da organização.

Em relação ao ponto 9 nós também fizemos assim , quanto ao ponto 10 eu tinha alguns carrinho de reserva pois havia sempre quem leva.se alguma coisa para o baby e nada para o Bruninho e ai em dei um carrinho

Jocas

Ana & Vasquinho disse...

Muito curioso... nunca tinha ouvido tal coisa, mas muito bem pensado.

Acho que tens tudo muito bem elaborado da nuta cabeça, espero que as coisas se concretizem.

Concordo com o ponto 10, é importante os manos mais velhos, não serem 'postos de lado'.

Beijocas.

o segredo da lua disse...

Ja te disse que te acho uma super mae?

bjinho

Kelly disse...

Só tu...lol
Mas acho que fazes bem em não receber muitas visitas, porque há tanto a organizar e a ambientar...

Berta disse...

Concordo contigo em vários pontos. É um óptimo plano! Eu também não gosto de deixar tudo ao acaso, se bem que às vezes é assim mesmo que acontece...
Boa sorte! Que corra tudo como planeaste!
Beijinhos!