Os pirralhos

baby babies baby growth

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Avós, birras e afins...

Não sei se já falei nisso aqui ou não...
Os meus pais são uns excelentes avós, mas um tudo ou nada abusados...
Pode ser culpa minha, admito, por ser demasiado rigorosa com certos aspectos da educação / comportamento da Daniela...
Ou os meus pais, como típicos avós, são demasiado permissivos.

Mas há certas coisas que não tolero, e faço ouvir, alto e bom som, a quem quiser...
E não me coíbo mesmo nada de o dizer aos meus pais, mesmo que eles fiquem chateados comigo.

As birras são uma coisa que me irrita sobremaneira e me tira do sério. Não tenho paciência nenhuma para birras, admito claramente. Pode ser uma falha minha!
Quando a Daniela faz uma birra, deixo-a chorar, berrar, atirar-se para o chão... o que quer que seja, desde que não envolva atirar coisas para o chão ou levantar a mão para bater em alguém.
De resto, não lhe ligo nenhuma, e a birra acaba por passar!

Quando estão lá os meus pais.. isso é completamente impossível... "Coitadinha da menina..." dizem eles, pegam-lhe ao colo, levam-na à janela... fazem tudo para a destrair e ver se a birra passa. E isso, na maior parte das vezes, ainda é pior, porque ela sente que os consegue manipular.

Ontem, a minha mãe foi para minha casa, à tarde, para estar um bocadinho com a menina, pois já não a via há semana e meia. Logo por "sorte" a Daniela fez uma birra como nunca tinha feito. De início, ela tentou distraí-la, apesar de eu estar sempre a dizer para a deixar no chão a chorar, até a birra passar...
Depois foi para o banho, e, anormalmente, a birra continuou (por norma, ela faz birra porque não quer sair do banho, não contrário...).
E a birra continuou na cadeira de comer, pois não queria comer a sopa nem nada.
Eu admito que não tenho paciência para as birras dela, mas não a deixo sair até parar de chorar, e fico a olhar para ela, sem dizer nada ou fazer o que quer que seja, até lhe passar a crise.
Ontem, ela já chorava e soluçava, toda vermelha... Chegou a um ponto em que o choro já era mesmo de nervos.
Ela olha para trás, para minha mãe, como que a dizer "tira-me daqui, salva-me..."
E a minha mãe sempre a perguntar se queria que ela lhe desse a sopa. E eu sempre a dizer que não.
Depois, pedi ao meu marido para lhe fazer um biberon, e tentei dar-lho, sempre com ela a chorar baba e ranho, extremamente nervosa. Ao mesmo tempo, a minha mãe sempre a perguntar se queria que ela lhe tentasse dar o biberon...
Acabei por levá-la para o quarto, deitá-la no meu colo, e cantar-lhe baixinho até ela adormecer, sem jantar e sempre a soluçar...

O pior é que acordou por volta da meia-noite, bebeu um biberon de cereais lácteos, e esteve acordada, comigo ao seu lado na cama, até às 3h da manhã... enfim...

A minha mãe acabou por se "aperceber" do verdadeiro feitio da Daniela... LOL Que é muito torcida quando faz birras...

Mas o que verdadeiramente me irrita - e não sei se acontece o mesmo com vocês - é o comportamento dos meus pais, que parece que estão sempre a medir forças comigo.
Nas birras ou nos choros, é típico. Se a menina chora, a minha mãe vem logo tentar tirá-la do meu colo, para a acalmar. Coisa que não deixo.

Quando vamos jantar a casa dos meus pais, a Daniela nunca lancha nem janta nada de jeito, porque eles estão sempre a encher a miúda de bolachas e afins.
Eu tenho uma rotina... Se a Daniela não janta nada de jeito, também não come sobremesa (por exemplo, gelatina, que ela adora!). E é assim, porque se a menina não tem fome para a comida, também não tem fome para o resto.
Isso faz passar os meus pais... que estão sempre a dizer, coitadinha da menina, e coisas do género.
O incrível é que parece que estou sempre a medir forças com os meus pais, em relação à Daniela... e isso cansa-me...

A vocês acontece o mesmo?...

(Desculpem a enormidade do post, mas tinha mesmo que desabafar...)

28 comentários:

PatLeal disse...

Com os meus pais não, mas com a minha sogra sim, até agora tenho conseguido controlar as coisas, espero continuar a conseguir, para mais eu não tenho papas na lingua e seja com ela ou com os meus pais eu já disse que quem manda no João somos nós os pais. Mas é teimosa.

Jocas e fizeste bem em desabafar.

Mama Babada disse...

Ola amiga!
Com os meus pais nem tanto, mas com a minha avó (a bivó da Eva) é uma xatice! Mas pronto tenho k lhe dar 1 desconto pelos 79 anos k carrega, mas enerva-me mto qdo diz " não façam mal à menina" (kem é k faz mal à menina, educar é tratar mal?) ou "a avó (mha mae) zanga-se" (pk n se zanga ela se afinal o problema surge c mha mae mtas x ausente do local do "crime"), mas pronto é como te digo na mior parte das x digo p n o fazer (mas a bivó amua).
A mha avó é mto permissiva só falta mesmo a Eva bater-lhe pk ela nada faz p k ela n o faça.Enfim...
Em relação às birras faço o mesmo k tu, deixo-a amarrar o burro, espernear, etc, felizmente k ela faz 1 birra em 2m.
Não te culpabilizes por kereres educar a tua filha à tua maneira, afinal os nossos pais já nos educaram e certamente tb n gostavam qdo alguem se intrometia, mas são avós sempre mais tolerantes!
Beijokas
Nídia e Eva

Carina M disse...

Com o meus pais não tanto assim. Ou seja a minha mãe é mais permissiva que o mei pai. O meu pai tb não tolera birras à mesa, insiste sempre para que coma tudo, não é apologista das bolachas e afins, mas noto que com a neta por vezes deixa-se descair um bocadinho. Por norma se estou eu a chamar a atenção ele não se mete, mas se vê que a coisa começa a descontrolar chama atenção e o que é certo é que ela obedece.
A minha sogra por vezes faz isso, mas tb acho que é e estar menos vezes com ela, se lá vou à força viva oferece-lhe mundos e fundos (bolachas, pão c/manteiga ou outro), coisas que pega e acaba por deixar.
Bjs

Pimpo & Pimpa disse...

Engraçado, com os meus pais não, mas passo a vida a ter esse tipo de stresses com a minha sogra.
Como não a quero magoar não lhe digo nada directamente mas sim indirectamente e ela como não anda a dormir percebe bem!

Desabafa para aí! Eu criei o meu cantinho com esse intuito mesmo, desabafar!
Bjs Cláudia

ma_ma do Gonçalinho disse...

Olá minha querida. Olha por enquanto não, pois a minha mãe é uma pessoa bastante calma e se há algo que ela sabe que eu não gosto ela não faz, mas tb por vezes chama-me a atençao para coisas q eu possa fazer de certa forma e ela ache melhor fazer de uma outra e alerta-me para os prós e contras de cada uma, até entrarmos em consenso. Depois o Gonçalo ainda não é menino de fazer birras, por enquanto, é muito espertalhão e sabe como fazer qdo quer uma coisa, mas birras ainda não faz.

Esse problema que tens com os teus pais eu tenho mais com a minha irmã do meio, que mima demais os miudos e deixa-os fazer tudinho, com os meus sobrinhos foi assim, ainda o é com o mais novo e com o Gonçalo faz o mesmo, eu por vezes cham,o-lhe a atença e digo-lhe para ela não fazer ou não o deixar fazer determinadas coisas, e ela á minha frente não faz, mas depois sei que acaba por fazer na mesma qdo eu não vejo:( Enfim tb ele ainda é muito pekenino, mas...

bjos
Marta, Gonçalinho e...

Vânia disse...

Olá... :) Isso é normal, os pais quererem dar palpites, etc...
Mas claro que te dou total razão, também não suporto esse tipo de coisas... Eu não tneho filhos, mas tenho uma mana c 8 anos e por isso sei bem como é...Mas nós temos q ser respetiadas e se tu estas a educar os teus pais tem que compreender sem refilar... :)
Tens que ter mais paciencia!!!

beijinhos,

Andreia disse...

Olá, como te compreendo!!
Comigo, passa-se exactamente o mesmo, mas com os meus sogros, eu bem sei que os avós são mais permissivos que os pais, mas ás vezes passam os limites.
E o pior é que as crianças percebem logo tudo, quando está ao pé deles quer logo sair da cadeira de comer para ir para o chão comer, coisa que eu não deixo fazer, eu digo que não, e ele começa logo a fazer olhinhos aos avós.
E também o estão sempre a encher com porcarias. Mas eu a maior parte das vezes imponho-me, n
ão quero saber se gostam ou não, sou a má da fita.
Desculpa o testamento!!:)
beijinhos
Andreia

Catia, a mãe do Puts... disse...

O blog existe mesmo para desabafar!!
Eu não tenho grandes cenas dessas, a minha mãe é mais rigida que os pais do R. Esses deixam fazer tudo!
Com a minha mãe estou mais à vontade por isso quando ela faz alguma coisa que não concordo eu digo-lhe! Mas por incrivel que pareça os "nossos" stresses são mais ao contrário a minha mãe é mais rigida do que eu, daquele genero não devias deixa-lo fazer isto, mexer naquilo....
:)
Os pais do R.volta e meia têm a mania que o puts só com eles é que está sempre bem e comigo é que fica mais mimoso!
Volta e não volta não à stress por causa do meu maridão , mas à cara feia da minha parte!
ai isso há!

beijocas

sonho de bebé disse...

Antes de mais parabéns pelos 17 meses da Daniela!
Os meus pais como estão perto de nós já conhecem as birras do David que são uma constante e já sabem como se devem comportar face a elas. Por isso com eles não me preocupo. Pior é a minha avó, com ela passo-me mesmo, porque assim que o vê a fazer birras vai ter com ele a fazer festinhas, ou fazer-lhe a vontade. E depois diz que faz mal o menino chorar porque fica nervoso, porque fica com dor de cabeça e coisas do género. Ás vezes é preciso mais paciência para ela do que para ele! E o que ele adora-a, só visto!
Beijinhos

Inês disse...

Não conheces o ditado "Os Pais foram feitos para educar e os avós para estragar"?

É mesmo assim! Como muita mães já disseram com a minha mãe não tenho tanto esse problema (até porque moro longe dela e a vejo menos vezes) mas com a minha sogra...

Se bem que estamos bem melhor que quando o Hugo era mais pequenino. É que eu faço um ar de antipática que gela qualquer um que tente intreferir quando estou a tentar acabar com uma birra e às vezes deixo que a avó seja manipulada :p também resulta para ela aprender. Já fui mais rigida, mas compreendi que ganhava conflitos para o meu lado - conflitos com a sogra e com os filhos. Agora deixo mais vezes que eles maninipulem a avó, ela acaba por perceber que afinal não sou eu que sou má. Há certas coisas que não tolero mesmo, mas outras como comer montes de porcarias quando vão a casa dela... finjo que não vejo, afinal um dia não são dias.

Bjs

Ana Guida disse...

os meus pais tb sao um bocado assim pq poucas vzs estao com ele e entao qd estao é um "ai jesus!". os avos paternos como estao com ele tds os dias tb educam, emb o avo as vzs seja um pc mais mole...mas sempre ouvi dizer k os avos as vzs deseducam...compreendo k pr eles lhes deve fazer impressao ver a criança com uma birra e crise de choro, mas tb e preciso respeitar a educaçao k lhes damos, ne?? bjs*

Sandra e Afonso disse...

Olá!
Connosco as coisas não são bem assim!
Os meus pais são mais rigidos que eu e o meu marido, por isso não temos esses choques.
E como eles só vão até onde eu deixo, não tem havido problemas.
As birras que temos é contra o sono, de resto o Afonso por norma não é chorão.
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

gaiatA disse...

h0la **
Antes de mais parabéns pelo Duarte que vem a caminho e pela princesa Daniela.

Aqui já se prevê que vá ser igual ou muito parecido e ela só tem 2 meses...
Há que ter muita paciência :\

beijinhOs d0ces *

dangerously in love disse...

Ora bem..a minha fica com varias pessoas.No caso da minha avó não acontece tanto isso que ela sabe como eu sou e que me passo logo...E ela,a minha avó, tem um feitio e uma forma de pensar igual a minha, Mas muitas vezes vejo isso a acontecer com a familia do lado do pai.Essa parte em que falas de ta tirarem do teu colo...Epá não suporto que me façam isso...Acho sinceramente que tens toa a razão.
beijocas

Ana Luísa disse...

Pois...
O meu pai às vezes põe-se com "opiniões" e eu respondo-lhe porque não é ele que atura o Francisco...
A minha mãe também é muito mais permissiva mas tal como a tua, quando percebe que não há nada a fazer ou que ele passou todos os limites, lá 'ralha' a medo...
Tens toda a razão no que dizes!
Beijinhos.

Tânia,Ângelo e Martim disse...

Fizeste bem em desabafar,eu tb n tenho papas na língua e os meus pais já sabem q é à minha maneira, antes do Martim nasscer os meus sogros tentaram meter-se em certas coisas mas levaram logo a resposta quem manda sou eu e o pai e n quero opiniões!!mas acho q deve ser normal nos avós..
beijocs nossas

Ana Isabel disse...

Olha a minha mãe e a minha sogra são a mesma coisa, mas mais a minha mãe.
Eu então não aguento birras, nem cedo à birras dela, então agora anda numa fase q faz birras p/ter o q quer.
Fizes-te bem em desabafar.
Bjs

Kelly disse...

A minha mãe é assim especialmente com o Tomás... Até mete nervos... Ele nunca erra , nunca faz nada de mal e é sempre um amor... Os meus sogros são sempre o mesmo, indiferentes até à morte...lol

Lilly disse...

Os meus pais pura e simplesmente são alergicos a ouvir qq um deles a chorar...


enervam-se de uma tal maneira... bom! nem te digo nem tem conto...


quando os miudos estão na casa dos meus pais nunca choram... e eu levo com essa na cara sempre q eles comigo choram...


nós educamos e os avós deseducam... sempre foi assim e por mais q nós não queiramos, sempre há-de ser...

bjocas e calma...

Celine disse...

Acontece-me com a minha sogra!! A mimha mãe não porque fica com ele e sabe que se lhe fizer as vontadinhas todas está tramada!! O meu pai também faz tudo o que ele quer mas palpites não dá!
A minha sogra adora dizer tipo: o menino tem sede, o menino tem fome, ai tem soninho !! Isso irrita-me eu é que sou a mãe eu é que sei quando ele tem fome, sede ou sono ou ainda aquilo que ele pode comer!!
Ai ...
Beijocas

Lil disse...

os avos servem para desensinar os netos :)
os meus eram extremamente rigorosos!

apardalada disse...

Oh como eu sei o que isso é!!
E o pior é que no meu caso nem é tanto os meus pais (até porque eu tenho um feitio muito parecido com o da minha mãe), são os meus sogros! Isso é que me irrita. É que com os meus pais, quando eu não gosto digo e eles aceitam porque já me conhecem, agora os meus sogros... não estão habituados a serem contrariados e quando isso acontece, ficam ofendidos. Enfim!!!!
Haja paciencia e saúde e tudo se resolve.
Beijinhos

Mãe-Galinha disse...

Sabes q sinto o mesmo... mas da parte da minha sogra! Parece q m olha sp c olhos d saber mais... q eu n faço o q é certo.

Para veres, desde q esteve internada a Gui ganhou aversão ao leite. simplesmente n o suporta... nem ver um biberão! Tentei d tudo! Disse isto À minha sogra e agora, d cada vez q s toca em assunto d comida lá vem à baila "o leitinho q fazia tanto bem"... mas n percebem q ela n o quer d maneira nenhuma? Será possíel? E qd começa a fazer birras À mesa? Até já o meu marido s passa e de vez em qd prega um berro p parar c aquele mel todo q só estraga a moça!!! Eheh!!

Desculpa o testamento, mas aproveitei e desabafei coisas q n posso dizer no meu blog! LOLOLOL!

Bjs gds

Cláudia disse...

Eu acho que são todos assim...não sei porque :)

Lurdes disse...

Se eu sei o que isso é!!! Com a minha mãe nem tanto, pois ela tem a noção que não se pode fazer as vontades todas (mesmo assim facilita muito), mas o meu pai é que não pode ouvir a menina a chorar, não recusa um pedido ou capricho dela e habituou-a a dar-lhe doces cada vez que ela pede. Com os meus sogros é mais a minha sogra que é parecida com o mau pai com a garavante que me retraio mais em certos comentários com medo que leve a mal. E o que tenho mesmo que dizer não vale nada, porque a seguir está a fazer ou a dizer o mesmo. não sei se é teimosia ou se pensa que ela é que tem experiência de vida e que não deve ser assim (não o diz, mas às vezes parece isso). É um pouco como as nossas mães, não é? Aquilo que ainda me faz mais confusão é quando a Dani diz só uma vez que não quer a sopa e ela diz logo: "Prontos, deixa lá estar a menina". Por mais que lhe explique a importância de comer sopa (parece que aos filhos só dava enquanto bebés) e que ela recusa sempre a primeira colher, mas que depois come, é escusado. Está sempre a dizer que quando for maior vai lá passar uma semana e bla bla bla, mas não sei não. Enquanto não perceber a importância de comer sopa, nem dois dias seguidos lá passa ... ía deixa-la estar 1 semana sem comer sopa, não? E é claro que a Dani se aproveita sempre e faz sempre uma birra maior quando la vamos. Solução: passei a dar-lhe a sopa antes de sair de casa.
Bem, parece que tb foi um pequeno desabafo, desculpa.
Beijocas
Lurdes

Ana & Vasquinho disse...

Também às vezes me passo com algumas observações do género da minha mãe.
E algumas são mesmo muito parecidas.

É normal nas mães e em algumas pessoas, mas nós nem sempre gostamos.

Beijocas.

PS - Desabafa à vontade. Estamos cá para te 'ouvir'.

Lurdes disse...

Esqueci-me de uma coisa: tenho uma teoria para a razão de os avós serem assim que não sei se é verdade ou não ... é só uma opinião. Os avós fazem as vontades aos netos, porque não têm o papel de os educar ... para isso estão cá os pais. Eu própria não me importava de lhe fazer as vontades (seria mais fácil), mas sei para o bem dela que não pode ser assim ... a educação é o melhor bem que lhes damos.
Será que é mesmo assim??
Jinhos
Lurdes

Patrícia disse...

Por cá, também há episódios desses, com os meus sogros.
Já me disseram que os pais são para educar e os avós para estragar...
E já vi que isso é verdade!!!
Vejo tantas coisas semelhantes nas tuas palavras...
A sorte, é que não estamos com eles (avós) 24 horas, senão as coisas já tinham descambado há muito tempo...
Bjs