Os pirralhos

baby babies baby growth

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Dúvidas de uma futura mãe de 2

às vezes pergunto-me se vou conseguir dar conta do recado!
E eu não sou nada pessimista!

Mas faz-me falta o tempo para mim... para nós!
E se é verdade que, só com a Daniela, ele não estica muito... o que fará quando forem 2?

Sou uma apaixonada por livros! Adoro ler...
Antigamente lia um livro a cada 2 ou 3 dias, se me prendesse mesmo!
Tinha tempo para as minhas leituras, e ainda para as leituras obrigatórias da Faculdade!

Neste momento, nem para os meus livros tenho muito tempo: estou a ler um livro sobre o desaparecimento dos templários (um romance histórico) há mais de 4 meses, e só há pouco passei do meio do livro!

Ir ao cinema... nem sei o que isso é! O último filme que vi foi "O Tesouro" do Nicholas Cage, e deve ter sido há 2 anos! Se calhar mais...
Ir ao teatro... nem me lembro da última vez!

Ontem, deixei a Daniela em casa dos meus pais às 19h40 e fomos jantar fora (Restaurante Portugália - na Almirante Reis) para festejar ter terminado a Licenciatura!
Eram 21h15, já estávamos em casa dos meus pais de novo!

E as conversas com o marido e com os amigos são geralmente sobre gravidez, bebés e crianças! às vezes parece que não há mais assunto para falar!
Quando não falamos sobre isso, comentamos as notícias dos Telejornais ou falamos de trabalho!

Se já é assim com 1, imagino com 2...

Cá estou eu a divagar...

17 comentários:

Celine disse...

É verdade que o tempo para as nossas coisas é praticamente inexistente!!! Mas é a vida de uma mãe!!! Quando eles forem crescidos e não quiserem saber de nós voltamos a ter todo o tempo e vamos ter saudades dos tempos que não tinhamos!! lol
Beijocas

Lilly disse...

Vou tentar comentar os teus posts todos aqui:

Nome- adorei- o André era para se chamar Pedro.

Remorsos- acontece-me o mesmo (a dobrar) mas os sacanas aindam gozam comigo ( o Diogo então é demais- "é só essa força que tu tens mãe?") e o André desata a rir quando lhe dou uma palmadita na mão (por isso imaginas as brutais tareias que eu lhes dou... que até dá para gozar)

E quanto ao tempo... ai o tempo...- esquece... quando deres por ti tens pêlos por todo lado até que o teu marido te chama a tenção: ouve lá??? quando é que resolves fazer a depilação???


(é claro que isto é experiencia própri, conheço uma mãe-trabalhadora que com 4 filhos -´com diferença de dois anos de uns para os outros- que anda sempre fresca e lindona... eu é que não tenho paciencia... relaxada pah)

Lil disse...

com 2 comparas gravidezes, noites, enjoos, e as peripecias dos dois. e continuas a ler um livro de 6 em 6 meses... :) é preciso é alegria!!

María&Peste disse...

Parabéns pela licenciatura!!!

Eu penso o mesmo e os meus vão ter uma diferença de idades maior....e mesmo assim penso, como é que me vou despachar de manhã....o Peste é tão lento a comer...

Mas tudo correrá pelo melhor e o pior são os primeiros tempos antes de entrarmos na rotina!
O bom é que nascendo em Julho o maridão além da licença tem férias e temos o Agosto todo para entrar na rotina até a escolinha recomeçar em setembro!

Bjnhos grandes

Carla - Vida a 4 disse...

É isso mesmo.
As conversas são em volta das crianças. Quando conseguimos um tempinho para nós é a despachar porque a saudade aperta, enfim.

Ainda bem que já não estás privada. Posso te seguir todos os dias.

Beijocas.

ps: Adoro o nome Pedro, bem escolhido.

Monica disse...

Com dois é ter trabalho e preocupações a dobrar mas mais que dobra o amor e a felicidade :)
Vais ver ;)
Beijocas

Sofia Caeiro disse...

Pelo menos vais ter alegrais a dobrar ;D

Beijinhos

Patrícia disse...

E a pensar assim, vais-te preparando para o que aí vem.
Vais tomando consciência de como as coisas vão ser.
Temos que nos mentalizar que é cada coisa a seu tempo. Para termos isto, não podemos ter aquilo...
Eu também quero muito avançar para outra gravidez, e sinto os mesmos receios que tu.
São escolhas que fazemos, e por isso temos que abdicar de muita coisa...
Força, não te podes ir abaixo!
Eles vão acabar por crescer e daqui a uns anitos já terás mais tempo para ti!!!
Bjs

GAIA disse...

esse sempre foi um dos meus maiores medos em ter filhos... por enquanto estamos menos mal, mas não estamos tão bem como antes... falta-nos o tempo para os dois. eu tenho uma ténue esperança que melhore com o tempo!

Cláudia disse...

Julgo que esse é um medo que todas as mães de 1 ou 2 têm.
MAs vai correr bem....precisas é de dar ao papá mais tarefas :)

Ana Luísa disse...

Acho que os teus receios são normais... São os que tenho e são tão fortes que me 'impedem' de, para já, pensar em ter mais filhos...
Mas tu queres muito ser mamã de dois pimpolhos, vai correr tudo bem e vai haver tempo e espaço para todos :)
Beijinhos.

Catia, a mãe do Puts... disse...

Adorei o nome!! Adoro Pedro e adoro Duarte!
Pedro Duarte é o máximo!
Acho que ser mãe é isso mesmo..
Eu lembro-me que antigamente quando a familia ao final de quatro anos de casada começou a fazer alguma pressão para nós termos filhos e eu respondia sempre à pergunta do: Quando vêm o rebento? Já está na hora!
- Agora não! Ainda sou muito egoista!
E as pessoas ficavam escandalizadas com a resposta.. Mas é verdade! Para sermos mães temos de deixar de ser egoistas, o nosso mundo passa a ser o deles e isso é que é ser mãe, pelo menos na minha visão..
Eu sou mais do tipo Claudia, que vai jantar a Lisboa e passada duas horas está em casa! a sério a minha vida não faz muito sentido sem o meu puts...
E é óbvio que tento sempre incluí-lo, INDUBITAVELMENTE!
beijinhos

www.palavrademae.blogspot.com/ disse...

bem vinda ao clube, sem tempo para mim,mesmo estando em casa.

não me inagino com outra vida, adoro, por isso a escolhi

vais ver que ainda vamos ter saudades deste tempo.

beijocas

ma_ma do Gonçalinho disse...

Acredito q penses mts vezes na aventura em q estás envolvida, mas olha a vida é mmo assim. Já tivemos o nosso tempo só para nós, agora temos de o repartir e ás vezes mesmo anula-lo para dar atençao a estes seres tao indefesos q dependem de nós a 100%, mas mais tarde voltamos a ter todo o tempo do mundo para nós e a desejar q eles nao crescessem e precisasem sp de nós, pois depois tornam-se mto independentes, mas é a vida...

Já foi assim com as nossas maes.
Bjos

Maria disse...

Muitos parabéns pela licenciatura!

Estas duvidas... Quando engravidei da Beatriz também pensava muitas vezes no como é que iria arranjar tempo para mim e para o meu marido mas, por incrivel que possa parecer, acabei por ter mais tempo livre tendo duas filhas do que quando era só a Camila. Tudo porque com dois aprendemos a ser muito mais organizadas e a rentabilizar ainda mais o tempo (pelo menos comigo aconteceu). Claro que o tempo nunca volta a ser o mesmo que era quando não tinhamos filhos e sim, passamos a maior parte do tempo a falar dos filhos e com vontade de ir para junto deles mas é normal, faz parte do sermos pais.

A falta de tempo para nós mesmas é compensada com os sorrisos e mimos deles.

Muitos beijinhos!

Piuzitos disse...

Não te preocupes... É certo que se "perdem" algumas coisas, mas ganham-se muitas mais!
Acho que esse sentimento é normal. Eu também o tive. Mas vê, não me impediu de tentar o terceiro (A terceirA :p)!
Com boa vontade tudo se faz... Beijo grande!

Mamã dos Diabinhos disse...

Cada vez menos tempo... mas ganhamos tantas coisas boas.
O maior medo que eu tinha em ter o segundo filho´era não saber dividir o amor e atenção pelos dois... isso aterrorizava-me.
Acho que tenho conseguido.
Beijocas