Os pirralhos

baby babies baby growth

quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Ambivalências

Conhecem aquelas pessoas que são umas hiperactivas pachorrentas?
Eu sou uma delas!

E conhecem aquelas pessoas que são ambivalentes como, organizadas e desorganizadas ao mesmo tempo?
Eu também sou uma delas!

Sou uma pessoa de extremos, de luta!
Adoro desafios, adoro planear, adoro estudar, adoro envolver-me em causas e em assuntos! Às vezes sofro, com tanta envolvência, de tanta dedicação a certos projectos!

O meu projecto de vida mais importante é a minha filha e o meu marido! A minha vida pessoal e intima!
às vezes pergunto-me se não faria melhor em ficar em casa e dedicar-me exclusivamente à minha filha! Mas sei que me iria sentir incompleta.
Preciso de outras actividades e de projectos.
Sei que não sou má mãe por sentir isso, nem deixo de gostar menos da minha filha!

Fico chocada com certas atitudes. Com os maus-tratos a mulheres, a crianças e a animais...
Fico chocada por saber que existe tanta violência doméstica, e tantas violações no seio conjugal.
Fico chocada com os abusos em crianças.
Surpreende-me a estupidez das pessoas: ler numa revista cor de rosa que a estupidinha da Cinha Jardim trouxe um Sagui do Brasil, e que sentiu que lhe venderam "gato por lebre", por o animal não ser tão amoroso como lhe disseram e por atacar as pessoas que iam a sua casa. E que depois teve de se livrar dele!
Quem, no seu juízo perfeito, se vem gabar disso?!

Neste momento, sinto raiva e impotência, por ver que é dada tanta exposição mediática a certas causas, como Myanmar, e outras, como o Darfur, então tão encobertas.
Choca-me a palhaçada em volta do caso Maddie, em que parece que, frente aos ingleses, pômos o rabinho entre as pernas e aceitamos todas as palhaçadas e comentários ignóbeis!!!!

Tanto sou capaz de estar sentadinha no sofá ou no chão da sala, a brincar com a minha filha, como estar a escrever, indignada, para vários sítios, para chamar a atenção para certas coisas em que acredito!
Por isso me chamo uma hiperactiva pachorrenta!

Desculpem o português, mas este post foi escrito ao fluir da pena!

11 comentários:

disse...

Este post foi escrito com o coração... normalmente são os que saiem melhor, comigo é assim.
Tens toda a razão, há causas como a do Darfur que eram relativamente faceis de ajudar e resolver, quizessem as cabeças pensantes deste planeta faze-lo.
Os paises ricos haviam de ser literalmente obrigados a ajudar os desfavorecidos, o mundo seria tão melhor.

Beijinhos

Celine disse...

Tu tens é uma coração enorme!!! Pensas muito nos outros (mas no bom sentido!!) Admiro-te muito!! Beijocas enormes

Lil disse...

o Sagui devia era lhe ter enfaixado a tromba! Nunca seras menos mae ou menos mulher por teres uma ocupacao fora de casa. E a tua filha sabera sempre disso.
:)
bjus

Margarida disse...

E EU GOSTEI DE LER.............COMO SEMPRE!
BEIJINHOS

o segredo da lua disse...

Excelente este post Claudia.
Tivesse o mundo tanta gente como tu e seriamos todos mais felizes.

beijinhos

Ana Luísa disse...

Devia haver mais gente como tu...
Beijinhos!

María&Peste disse...

Eu sou como tu e choro, choro, choro...então a ver a Oprah........

Já estou de lágrima só de ver a imagem do bébé que puseste...mas não sou reactiva como tu, emescrever para os sítios...acho sempre que ninguém vai ligar nenhuma...

Sabes que quando era pequena, e confesso que às vezes sonho com isso, eu queria salvar todas as crianças do mundo. Dizia que ia construir um orfanato e amar todas as crianças que não tivessem lar ou fossem maltratadas....não passa de um sonho, sei disso, porque tenho consciência hoje que não posso salvar o mundo, mas gostava tanto de poder fazer algo para ajudar...

Acho louvável o que fazes, chocam-as imagens que colocas até ao meu ínfimo ser, porque sou demasiado sensível e admiro-te por conseguires fazê-lo. Se calhar é isso mesmo que me falta, a iniciativa...e depois às vezes acho que não vou ser capaz de lidar com os meus sentimentos....

Pensei ir para direito, desisti da ideia porque não seria capaz de ver alguém injustiçado...quis ir para assistente social, desisti porque não seria capaz de lidar com as pessoas carenciadas, sabes não me consigo abster depois das condições e das vidas das pessoas, tudo me toca e tudo cá fica...

Olha isto dava para um post..

Bjnhos grandes cheios de admiração...

melogomes disse...

Adorei este post, super inteligente e intenso, faz-nos pensar! Obrigada!

Carla - Vida a 4 disse...

Gostei do que li.
És uma pessoa à maneira.
És daquelas que gostava de conhecer.

Beijocas

Sofia Caeiro disse...

Pena é, não haver mais pessoas com tu para escrever e denunciar o que não está bem!
Tu tens um coração enorme!
Beijinhos

sonho de bebé disse...

E fazes muito bem em ser assim, precisamos de pessoas como tu que não se limitam a ver as coisas a
passar fazem algo para as mudar. Mas gostei do nome que te dás hiperactiva pachorrenta, lol
Beijinhos